A- A A+ |
Sobral é tudo.
Sobral é da gente.
Sobral é agora.
Categorias
Palavras Chave

Com resultado publicado no dia 29 de setembro, a Prefeitura de Sobral foi incluída na primeira edição do Laboratório Urbano de Políticas Públicas Alimentares (LUPPA). As atividades se desenvolverão entre 2021/2022. O objetivo é contribuir para o desenvolvimento local da política pública municipal de segurança alimentar e nutricional, com visão integrada e sistêmica.

O LUPPA é um projeto da ONG Comida do Amanhã, instituição sem fins lucrativos que apoia a transição para sistemas alimentares saudáveis e sustentáveis, inclusivos e empoderadores, biodiversos e culturalmente integrados. ​

O LUPPA acredita no potencial das cidades como agentes de transformação positiva dos sistemas alimentares. Para apoiar governos locais no desenvolvimento e fortalecimento de sistemas alimentares saudáveis e resilientes, a iniciativa lançou um edital para participação de cidades brasileiras com população de até 1 milhão e 500 mil habitantes. Ao todo, foram selecionadas 23 cidades, localizadas em 13 estados brasileiros, reforçando a importância da diversidade territorial.

O LUPPA 1ª edição contará com a presença das seguintes cidades: Alvarães (Amazonas); Anchieta (Santa Catarina); Araraquara (São Paulo); Belém (Pará); Bragança (Pará); Brejo da Madre de Deus (Pernambuco); Caruaru (Pernambuco); Contagem (Minas Gerais); Florianópolis (Santa Catarina); Jataúba (Pernambuco); João Pessoa (Paraíba); Lajedo (Pernambuco); Maracanaú (Ceará); Natal (Rio Grande do Norte); Niterói (Rio de Janeiro); Petrolina (Pernambuco); Porto Alegre (Rio Grande do Sul); Rio Branco (Acre); Rio Claro (São Paulo); Sobral (Ceará); Santarém (Pará); Teresina (Piauí); e Vitória do Xingu (Pará).

Além das cidades de até 1,5 milhão de habitantes, foram selecionadas três cidades que contam com políticas consolidadas com este tema: Belo Horizonte, Curitiba e Recife, que atuarão como “cidades mentoras”, dividindo experiências, projetos e referências que auxiliarão as demais em sua jornada de desenvolvimento sustentável.

O Laboratório Urbano de Políticas Públicas Alimentares busca ampliar o número de cidades brasileiras que elaboram políticas estratégicas e integradas para a alimentação, bem como aumentar o conhecimento geral sobre políticas locais para os sistemas alimentares. Neste sentido, o programa reunirá representantes de prefeituras brasileiras para debater e dialogar sobre os desafios das cidades; compartilhar experiências e desafios locais; e aprender sobre temáticas e processos que fazem parte da construção dos sistemas alimentares sustentáveis e justos para as pessoas e o planeta.

Facebook